quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Notas sobre os ‘prefeitáveis’ de JP

José Maranhão venceu. Frase inusitada, tendo em vista a derrota do político nos dois turnos da última eleição. Mas José Maranhão venceu dentro de sua área de conforto, dentro do seu partido – algo que não é uma novidade –, e já é o pré-candidato peemedebista à prefeitura municipal de João Pessoa na corrida eleitoral esse ano.

Seu principal concorrente dentro daquela esfera era o deputado federal Manoel Junior, que vinha fazendo plenárias nos bairros de JP, escutando as reclamações da população, e que mesmo com cargo federal, já se lançava também como possível pré-candidato do partido. Talvez muita água ainda role por entre os filiados daquela agremiação mas o sentimento é que não há renovação nos projetos do partido, ou alguém duvida que o deputado vinha se qualificando bem para ocupar a PMJP?

Outra figura que vem em pré-campanha é o senador tucano Cícero Lucena que, por dois mandatos, já ocupou o cargo do executivo municipal. Cícero tem boas ligações em Brasília onde, já no primeiro mandato de senador, chegou à primeira Secretaria daquela Casa. Em programas de televisão e na mídia em geral o tucano não poupa críticas a gestão socialista da PMJP, implementada por Ricardo Coutinho - adversário político numero um do tucano.

Do lado situacionista, além da bomba que foi a saída de Luciano Agra (PSB) do pleito, temos a emergência do nome de Estelizabel Bezerra para a sucessão do atual gestor. Ela, que é secretária municipal de planejamento do atual prefeito, pode ser favorecida por gozar de uma carreira técnica, assim como foi a trajetória de Agra, e ainda ganhar certa parcela da população feminina. Já é de conhecimento público o apoio que Estelizabel recebeu de movimentos sociais e feministas, além de lideranças comunitárias.

Outros nomes que se somam a essa corrida do ouro é o nome de Nonato Bandeira (PPS), jornalista e atual secretário de Comunicação de RC. Do PT, o deputado estadual Luciano Cartaxo disputa uma queda-de-braço com o partido para concorrer também à disputa.

Nomes, nomes, nomes. Ainda não se fala tanto em projetos mas a própria história dos partidos já fala por si. Maranhão e Cícero polarizam as antigas referências eleitorais e aquele nicho que tanto governou e polarizou a Paraíba entre PSDB-PMDB. Estelizabel e Nonato remetem-se claramente a ascensão de RC e, querendo ou não, à sua gestão. Cartaxo e Manoel Junior, por enquanto, são os pilotos retardatários da corrida e percebem que sair do Legislativo e migrar para o Executivo é mais difícil do que parece (principalmente sem espaço dentro do partido).

Meus caros internautas, em época de festas, confete e serpentina, todos viram foliões e o corpo-a-corpo acontece nos blocos de carnaval.

STF – A Corte continua hoje o julgamento da constitucionalidade da conhecida Lei da Ficha Limpa. Políticos ‘Ficha Suja’ devem estar ligados!

Última – Como se não bastasse a luta da categoria por melhores salários, o governador da Bahia, Jaques Wagner, propôs a Câmara Federal um projeto de redução do piso nacional dos professores. Também pediram pela redução os governadores Sérgio Cabral (RJ), Antonio Anastásia (MG) Cid Gomes (CE) e Renato Casagrande (ES). Fiquem atentos a esses nomes.

1 comentário:

Fala que eu te escuto!