quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

2012 Começa

Não me atrevo a responder o que será do ano de 2012 para os esfomeados pela vida pública e política da Paraíba. Ano de eleição, sim. Qualquer observação mais exaltada e maniqueísta pode cair na falácia de verdades prontas e de discurso ideológico manipulado.

Quando tratamos desses primeiros instantes de 2012, a mensagem mais forte – pelo menos aqui por João Pessoa – foi a renúncia ao pleito municipal do prefeito Luciano Agra. O socialista surpreendeu a população com uma carta aberta e sincera sobre a brutalidade do jogo político. Sem dúvida, a desistência do aliado do governo foi uma das primeiras vitórias para o grupo oposicionista encabeçado pelo PMDB de José Maranhão e pelo PSDB de Cícero Lucena.

Já hoje a Assembléia Legislativa foi palco dos novos atritos entra a reitora da UEPB, Marlene Alves, e a política do governador Ricardo Coutinho (PSB). As criticas se devem ao controle (posto como ditatorial) do governo sobre a instituição, além do corte no orçamento de 9 milhões de reais. A repercussão foi tamanha que o assunto caiu no Trending Topics da rede de microblog Twitter, o que não foi positivo para a imagem da gestão do socialista. A Casa Epitácio Pessoa também caiu na mira do Ministério Público e em dentro de 180 dias deve demitir todos os seus servidores contratados sem aprovação em concurso público.

Já em Brasília, pela tarde, foi dada a partida no julgamento dos poderes e atribuições do CNJ pela Suprema Corte do país. A ação já vinha correndo na pauta do tribunal desde o ano passado e começou a ser julgada hoje na abertura do ano judiciário. O presidente do STF, Cezar Peluzo, nega crise na Justiça brasileira.

Aos poucos o ano começa e traz contornos para os dias que se seguem. Nunca é demais lembrar que sangue-frio e uma análise mais cautelosa dos meios de comunicação (e dos Três Poderes) são necessários para uma análise e leitura mais segura e correta dos fatos que permeia a vida pública.

Fiquem conosco nessa jornada. Boa noite, e boa sorte.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fala que eu te escuto!